WebDFe - Como operar o setor fiscal de uma empresa com excelência

Como operar o setor fiscal de uma empresa com excelência?

Os impactos positivos poderão ser sentidos em toda a companhia!

O setor fiscal de uma empresa é um de seus principais. Afinal, é ele o responsável por controlar todas as movimentações financeiras, calcular os impostos e se assegurar de que as obrigações fiscais e burocráticas estão sendo plenamente cumpridas.

É evidente que sua atuação é importante e que qualquer equívoco, ainda que pequeno, pode ter sérias consequências para o negócio, desde o recebimento de multas até outros problemas mais sérios, como detenção.

Se você quer otimizar as atividades fiscais, saiba que veio ao lugar certo! Vamos entender qual é a sua importância e, em seguida, saber o que pode ser feito para que seu desempenho seja o melhor possível.

Por que o setor fiscal de uma empresa é tão importante?

Devido a uma série de motivos, tanto legais quanto práticos.

Primeiramente, é importante lembrar que problemas fiscais podem superar a barreira organizacional e se converter em crimes, de acordo com o que está descrito na Lei 8.137, de 27 de dezembro de 1990, que caracteriza as seguintes condutas como crimes fiscais:

– Oferecer declaração falsa às autoridades ou omitir informações;

– Agir de maneira diferente ao que determina a fiscalização tributária, seja através de dados imprecisos ou pela omissão de qualquer tipo de operação;

– Alterar ou falsificar notas fiscais, duplicatas, faturas e quaisquer outros documentos relativos a operações tributáveis;

– Realizar qualquer tipo de atividade com documentos sabidamente ilegais ou que haja desconfiança a este respeito;

– Não oferecer notas fiscais na comercialização de produtos ou no oferecimento de serviços.

Para todos os casos acima, é possível ser punido com multa e também com detenção, a qual varia de 2 a 5 anos de acordo com a respectiva gravidade.

Há outros casos que se configuram como crimes fiscais, como usar declarações falsas para reduzir ou eliminar a incidência de impostos, deixar de aplicar incentivos fiscais e exigir porcentagens sobre parcelas dedutíveis ou deduzidas de impostos, com penas que vão de multas a detenção de 6 meses a 2 anos.

Além de evitar crimes, o departamento fiscal de uma empresa também interfere diretamente em seu faturamento e lucratividade, já que a escolha da classificação fiscal deve ser feita de modo a pagar o mínimo possível de tributos, mas sempre de acordo com as exigências da lei.

Portanto, não restam dúvidas de que tal departamento desponta entre os principais para qualquer companhia, independentemente de qual seja seu porte ou segmento de atuação.

Como melhorar o departamento fiscal de uma empresa?

A importância da gestão fiscal e tributária de uma empresa é muito grande, mas nem todos sabem o que fazer para otimizá-la, o que se mostra como um desafio ainda maior no Brasil.

O Banco Mundial classificou o Brasil como o país em que mais se gasta tempo para atender a burocracia tributária, com as empresas tendo que investir, em média, 1.958 horas por ano para tal, o que equivale a mais de 81 dias trabalhados ininterruptamente, 24 horas por dia!

Ainda assim, é possível simplificar as atividades e ainda atender a todas as exigências legais ao colocar algumas dicas em prática, como as seguintes:

– Fique ligado às novidades do setor fiscal. Eventuais atualizações que surgem na área demandam uma preparação imediata por parte do setor fiscal de uma empresa. Assim, quando elas passarem a valer, a adaptação será tranquila.

– Mantenha o pagamento de todos os impostos em dia. Quem já buscou saber como sair da crise financeira ou tem medo de passar por ela algum dia entende que manter as dívidas em dia não é tão simples, mas quando se trata do setor fiscal, tudo deve estar perfeitamente organizado. Caso contrário, o prejuízo pode ser maior no futuro.

– Estude sobre elisão fiscal. Há uma linha tênue entre economizar no pagamento de impostos e descumprir as determinações legais, e o mais próximo que se pode ficar entre ambas situações é a elisão fiscal, que consiste em um planejamento tributário bem-feito para reduzir a carga de impostos. Quem aplicá-la pode economizar inteiramente de acordo com as exigências legais.

– Emita os respectivos documentos fiscais para todos os produtos e serviços. Nunca deixe de emitir todos os documentos relativos aos produtos e serviços oferecidos pela empresa. Essa é uma obrigação fiscal que deve ser emitida e, caso contrário, as consequências podem ser drásticas.

– Acompanhe todas as atividades fiscais da empresa. Elas não consistem apenas dos pagamentos, mas também de recebimentos, devoluções, consertos e afins. Preste bastante atenção e veja todas as atividades que precisam lidar com este tipo de trâmite.

– Ofereça insights para a empresa. Graças ao seu conhecimento de causa, o setor fiscal de uma empresa pode dar boas ideias para a companhia, como o oferecimento de novos produtos e serviços cujos impostos sejam baixos e possam ser revertidos em uma boa remuneração. Portanto, uma boa comunicação entre os departamentos é essencial.

– Calcule corretamente os impostos. Às vezes, a companhia pode se encontrar em desacordo com as exigências burocráticas não por má fé, mas sim por um cálculo equivocado dos impostos, por exemplo. Redobre a atenção neste sentido para evitar qualquer tipo de problema.

Veja também: Impostos do agronegócio: agora o WebDFe calcula para você!

O setor fiscal de uma empresa é um de seus pilares

Todos os departamentos de uma companhia são importantes e devem atuar em conjunto para que ela tenha as condições ideais para crescer e se desenvolver no mercado, mas as atribuições do fiscal faz com que ele mereça uma atenção especial.

Tanto pelo atendimento das exigências dos órgãos competentes quanto pela possibilidade real de cortar custos sem interferir negativamente em seu desempenho, a gestão do setor fiscal deve ser rigorosa para que ele proporcione os melhores resultados possíveis.

Para otimizar potencialmente o departamento fiscal de uma empresa, é importante contar com um portal de emissão de documentos fiscais que seja prático e eficiente, o que economizaria muito tempo e, por consequência, dinheiro.

O setor fiscal de uma empresa pode ter um desempenho exemplar ao contar com o WebDFe, portal desenvolvido para aumentar sua produtividade, eficiência e segurança, além de ter um custo-benefício inigualável. Teste nosso sistema gratuitamente por 7 dias e conheça todos os recursos!

Gostou do conteúdo? Então compartilhe com seus amigos…

3 Responses